O Rio tem que ser mais


A
AL
ALE
ALEG
ALEGR
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGRE
ALEGR
ALEG
ALE
AL
A


R
RE
RES
RESP
RESPE
RESPEI
RESPEIT
RESPEITA
RESPEITAD
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITADO
RESPEITAD
RESPEITA
RESPEIT
RESPEI
RESPE
RESP
RES
RE
R

S
SE
SEG
SEGU
SEGUR
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGURO
SEGUR
SEGU
SEG
SE
S


A
AC
ACO
ACOL
ACOLH
ACOLHE
ACOLHED
ACOLHEDO
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDOR
ACOLHEDO
ACOLHED
ACOLHE
ACOLH
ACOL
ACO
AC
A


D
DI
DIN
DINÂ
DINÂM
DINÂMI
DINÂMIC
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMICO
DINÂMIC
DINÂMI
DINÂM
DINÂ
DIN
DI
D


H
HU
HUM
HUMA
HUMAN
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMANO
HUMAN
HUMA
HUM
HU
H


R
RE
REC
RECE
RECEP
RECEPT
RECEPTI
RECEPTIV
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIVO
RECEPTIV
RECEPTI
RECEPT
RECEP
RECE
REC
RE
R

P
PR
PRE
PREP
PREPA
PREPAR
PREPARA
PREPARAD
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARADO
PREPARAD
PREPARA
PREPAR
PREPA
PREP
PRE
PR
P

Á
ÁG
ÁGI
ÁGIL
ÁGIL
ÁGIL
ÁGIL
ÁGIL
ÁGIL
ÁGIL
ÁGIL
ÁGI
ÁG
Á


P
PA
PAR
PARC
PARCE
PARCEI
PARCEIR
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIRO
PARCEIR
PARCEI
PARCE
PARC
PAR
PA
P

A
AT
ATE
ATEN
ATENT
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENTO
ATENT
ATEN
ATE
AT
A


CONHEÇA

ANTONIA

Antonia Leite Barbosa é carioca da gema e não abre mão do Rio de Janeiro para viver e criar seus dois filhos. Com forte espírito empreendedor, sempre apostou na criatividade e inovação para elaborar projetos que refletem sua paixão pela cidade.

É idealizadora da Agenda Carioca, da Agendinha Carioca, do coletivo feminino Matildes e Embaixadora do Turismo do Rio. Há 20 anos, Antonia constrói conexões que promovem e divulgam eventos e talentos da cidade ligados a cultura, entretenimento, moda, gastronomia e turismo.

Antonia acredita que o Rio tem solução e que a política é lugar de gente que realiza e se compromete com o bem comum.

PARTICIPE

#ToComAntonia23021

Para fazer uma doação, entre em contato
com (21) 99964-4291

Você quer fazer parte do time

#ToComAntonia23021? Manda um Oi no Whatsapp:

(21) 99964-4291

Ou deixe o seu número aqui

minhas

PROPOSTAS

O caos cotidiano, as ruas abandonadas, a falta de oportunidades no mercado de trabalho e, principalmente, o descaso das autoridades com a administração pública não são capazes de abalar o amor da Antonia pelo Rio.

Antonia vai propor que o investimento na Primeira Infância seja a prioridade do município; que as mães e mulheres empreendedoras recebam suporte emocional, planejamento e facilitação do acesso a crédito; que as ruas do Rio voltem a ser seguras e bem cuidadas; que tenhamos um calendário anual de eventos, aliado a uma mão de obra mais qualificada e receptiva; e que a máquina estatal seja mais transparente e desburocratizada.

O Rio tem que ser mais, tem que voltar a dar certo, e é por esse resgate, o resgate do nosso orgulho, que Antonia quer ser vereadora.

Investir na Primeira Infância tem que ser a prioridade do município. Somente através do investimento nas crianças de 0 a 6 anos seremos capazes de quebrar o ciclo intergeracional da pobreza, impedindo que a miséria se torne hereditária.

● Priorizar a Primeira Infância no orçamento municipal
Um mandato de quatro anos que prioriza a primeira Infância pode mudar o destino de uma geração. Além de combater as desigualdades, o investimento volta em forma de redução da violência, melhora no desempenho educacional e nível salarial maior na vida adulta.

● Lutar pela reorganização e expansão da oferta de vagas em creches
É obrigação do município ofertar vagas em creches para todas as famílias que tenham interesse. Mas hoje, no Rio de Janeiro, 36 mil crianças aguardam por uma vaga. A expansão das vagas pode começar com a reorganização da rede municipal de ensino, como feita por Eduardo Paes em 2009.

● Cobrar o resgate e fortalecimento das Clínicas da Família
A Estratégia de Saúde da Família atua diretamente na redução da mortalidade infantil, na melhora da nutrição, no aumento da cobertura vacinal e até mesmo na frequência e desempenho escolar. Abandonadas pela gestão de Marcelo Crivella, as Clínicas da Família precisam ser resgatadas e fortalecidas.

● Oferecer um pré-natal de qualidade para as gestantes
Projeto pioneiro no Brasil, implantado em 2011, o Cegonha Carioca tinha como principais objetivos humanizar e garantir o melhor cuidado para a mãe e para o bebê, desde o pré-natal até o parto. É preciso resgatar o que deu certo para que mais mães e bebês tenham acesso a um pré-natal de qualidade.

● Implementar o programa de visitação domiciliar para crianças de famílias em situação de vulnerabilidade
Com a visita periódica de profissionais qualificados, as famílias poderão, a partir de suas culturas e experiências, estimular as crianças de 0 a 6 anos para que elas possam crescer e se desenvolver de forma mais saudável. Os benefícios vão desde a melhora na linguagem até na redução do abuso e da negligência.

Empreender pode ser uma escolha e uma aventura, como foi a história da Antonia. Mas muitas vezes essa é a única maneira de uma mãe sustentar seus filhos. Hoje, no Brasil, metade das mulheres é demitida até dois anos depois da licença-maternidade. Por outro lado, a maioria das novas empresas já é criada por mulheres.

● Implementar o Programa de Incentivo ao Empreendedorismo da Mulher: mais suporte emocional e planejamento
68% das donas de negócios começaram a empreender depois de ter filho. Mas essas mulheres enfrentam muitas dificuldades: abrem o negócio sem planejar, 60% não têm funcionário e não conseguem crédito. O Programa de Incentivo oferecerá planejamento e suporte emocional para que possam seguir adiante.

● Facilitar o acesso a crédito da mulher empreendedora
Mesmo sendo melhores pagadoras, as mulheres empreendedoras não conseguem acessar linhas de microcrédito e crédito para investir em seus negócios. As agências de fomento, como a AgeRio e o Fomenta Rio, e o estabelecimento de diálogo com bancos podem mudar essa realidade.

● Desburocratizar as licenças de funcionamento
O Rio de Janeiro tem uma enorme vocação para o empreendedorismo, além de ser cidade-sede de diversas instituições de pesquisa que podem desenvolver tecnologias a serviço da desburocratização. É preciso tornar mais simples a vida da empreendedora carioca.

Ruas escuras e sujas, asfalto esburacado, bueiros entupidos, árvores sem podas...
Cenas como essas têm sido comuns em qualquer caminhada pelo Rio de Janeiro. É preciso resgatar o que a nossa cidade tem de melhor, começando pelas ruas mais seguras, limpas e bem cuidadas.

● Estender o programa Segurança Presente até 22h
A expansão do horário de patrulhamento do programa Segurança Presente vai tornar as ruas da cidade mais seguras, aumentando a circulação de pessoas e melhorando o ambiente de negócios do Rio de Janeiro.

● Reforçar a zeladoria da cidade
Além de fiscalizar o orçamento, os vereadores têm obrigação de cuidar da cidade. O asfalto, as calçadas, as árvores, a acessibilidade, a iluminação pública e os bueiros também merecem a nossa atenção para que a vida no Rio de Janeiro seja melhor para todos os cariocas.

● Orientar a atividade de patrulhamento municipal preventivo por meio de dados
A tecnologia pode ser uma grande aliada para termos uma cidade mais segura. A partir de dados sobre áreas onde há maior ocorrência de incidências e maior concentração de grupos vulneráveis, como o entorno de escolas e o encontro de modais do transporte público, a Guarda Municipal pode orientar a sua atuação.

Um bom calendário de eventos é fundamental para uma cidade viva, dinâmica e plural. O Rio chegou a ser assim, mas a atual gestão colocou tudo por água abaixo. Antonia quer trazer de volta o orgulho e o protagonismo do Rio de Janeiro.

● Propor a criação de um calendário anual de eventos para o Rio de Janeiro
O Rio de Janeiro precisa atrair os turistas e investidores que “fugiram” da cidade nos últimos anos. Com um calendário anual de eventos, teremos um ambiente de negócios mais rico, vivo e dinâmico, como o Rio merece.

● Solucionar o emaranhado de licenças para a realização de eventos
O produtor de eventos enfrenta um verdadeiro périplo para conseguir todas as licenças necessárias para realizar algo no Rio de Janeiro. Esse nó do emaranhado de licenças e burocracias precisa ser desatado e a ocupação do espaço público de forma regular tem que ser mais simples.

● Batalhar pela implementação de linhas de crédito específicas para o setor de entretenimento
O setor de entretenimento foi um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus e os efeitos ainda serão sentidos por muitos meses. Responsável pelo segundo maior PIB do estado do Rio, a indústria de eventos e entretenimento precisa conseguir acessar linhas de crédito para capital de giro das empresas.

● Implementar programas de capacitação profissional de pessoas que trabalham com atendimento e serviços
Para recebermos bem as pessoas, precisamos de uma cidade mais preparada, segura e acolhedora. E os cariocas, sobretudo, também merecem um atendimento de mais qualidade. Por meio de parcerias com o Senac, Institutos Federais e programas como o Pronatec e o Educação para Jovens (EJA) poderemos capacitar a mão de obra hoteleira e do setor de serviços.

● Investir em concessões e PPPs de parques, bibliotecas e museus
Além de diversificarem as opções de lazer na cidade, parques, bibliotecas e museus complementam o aprendizado da sala de aula. O investimento municipal em concessões e parcerias público-privadas pode ajudar no resgate e arborização desses espaços.

O Rio de Janeiro enfrenta um apagão de dados. É urgente cobrarmos mais transparência, mais inteligência e menos burocracia na gestão pública.

● Batalhar pela redução de moções e homenagens que oneram a máquina estatal
A Câmara de Vereadores do Rio desperdiça tempo, energia e recursos dos contribuintes aprovando projetos de lei desnecessários e concedendo uma quantidade excessiva de títulos, moções (foram 6485 só em 2019) e medalhas de mérito. Uma comissão especial precisa rever leis inócuas e esse exagero de homenagens.

● Lutar pela transparência municipal com projetos que facilitem a fiscalização da Prefeitura, da Câmara dos Vereadores e demais órgãos
A Prefeitura não disponibiliza planilhas decentes de gastos e investimentos, deixando a sociedade civil em um apagão de dados públicos. É fundamental que a Lei de Acesso à Informação seja respeitada e que a divulgação desses números municipais seja feita de maneira transparente.

● Implementar a Janela de Serviços
A vida da população carioca pode ser mais fácil se o acesso aos serviços da Prefeitura estiver disponibilizado em um só lugar. A implementação da Janela de Serviços vai ajudar na digitalização e desburocratização dos procedimentos.